Mais e Melhor

Antes de mais gostaria de repetir os elogios relativamente ao trabalho que o Hugo tem desenvolvido associado a este projecto. Nos textos aqui publicados, além de abrangerem um vasto rol de temas associados ao empreendedorismo, o Hugo desenvolveu um esforço no sentido de aprofundar os mesmos recorrendo a experiências e conselhos de outrem (simplificando, não se limitou aos chavões e lugares-comuns).

Elogios à parte (quem leu a componente de reconhecer e elogiar o trabalho desenvolvido já está a pensar “I see what you did there”), algo que lamento é a falta de feedback por parte de quem visita e lê os textos cá apresentados. Feedback esse que poderia gerar um diálogo construtivo baseado em perspectivas diferentes associadas aos diversos temas aqui apresentados.

Curiosamente, creio ser possível efectuar um paralelo entre estes visitantes que optam por não comentar e a realidade associada à capacidade empreendedora da nossa sociedade. Apesar de ser um tema que nos cativa não são muitos os que se aventuram no mundo deste. Indo um pouco mais além diria que o empreendedorismo, ao contrário de outras temáticas é um tema que não deixa ninguém indiferente. Todos nós temos um pouco do bichinho, mas nem todos o alimentam ao longo das suas vidas.

Não querendo explorar o porquê desta mal nutrição geral (não cabia tudo num post), gostaria de me focar em algo que creio estar intrinsecamente ligado a esta: o nosso percurso académico. Não é fácil de depreender que a cultura empreendedora está longe de ser estimulada de forma adequada à realidade económica do mundo globalizado que vivemos hoje. E infelizmente este é o paradigma do jardim-de-infância até à Universidade.

Já nas universidades “a coisa” é apresentada de forma distinta mas igualmente fica aquém. Naturalmente que esta missão de incutir o espírito empreendedor por parte das Universidades portuguesas se torna difícil derivado ao facto (não “fato”, atenção!) da mente dos nossos universitários no ano 1 já estarem formatados para estes entrarem numa qualquer empresa na sua área de formação e trabalharem para subir a escada para o sucesso. No meu próprio percurso académico poucas foram as vezes em que o pedido para irmos “além da nossa programação” relativo ao estudo associado às componentes dos percursos académicos foi estimulado ou sequer mencionado por parte de docentes.

Relativamente aos laboratórios de investigação associados às Universidades estes apresentam-se, à partida, como um terreno fértil para a criação de spin-offs. Sendo verdade que temos nós assistido a bons exemplos no passado recente da forma como é possível capitalizar o conhecimento que é gerado no seio das nossas universidades, creio que a politica associada à maioria dos projecto que estes se propõem não demonstram uma preocupação com a componente de aplicabilidade/utilidade para a sociedade no qual estão inseridos o que por sua vez leva a quem os produtos resultantes dos mesmos fiquem bem bonitos em uma e qualquer prateleira a ganhar pó.

Urge repensar e reestruturar a forma como o conceito de empreendedorismo é apresentado e estimulados em todos nós desde a mais tenra idade, pelo bem de nós todos.

Boas leituras

Pedro Silva

————————————————————————————————————————————————

Pedro Silva:  Após o finalizar da minha formação superior na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, em Engenharia Informática – Sistemas de informação, tratei de seguir um dos meus sonhos e em plena crise económica criei a minha start-up com um amigo de longa data.

Desde cedo o “criar” foi algo que sempre me fascinou e tento aproveitar cada oportunidade, cada momento e cada situação para tal. Para esta aventura última, arregacei mangas assim que considerei que a minha base de sustentação intelectual correspondia ao mínimo exigível para ir à luta.

Pedro @ LinkedinTwitter

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: