As 4 Lições de “Um Líder Sem Título” de Robin Sharma

Robin Sharma é um dos mais bem sucedidos consultores de liderança do mundo e trabalha com as maiores e mais bem sucedidas empresas mundiais, como a Microsoft, IBM, General Motors, NASA, etc.

O seu livro mais recente, “Um Líder Sem Título”, apresenta uma visão sobre isso mesmo, liderar sem título, o que significa que não é preciso ter a palavra líder escrita na testa para se comportar como tal.

Essencialmente, Robin Sharma conta-nos uma fábula, onde Blake (o personagem principal), ex-militar dos EUA e de regresso da sua missão no Iraque, passa os dias na biblioteca onde trabalha porque vê nesse trabalho uma forma de passar o tempo. Altamente perturbado pela sua experiência de guerra, Blake vive os dias deambulando entre a melancolia e a falta de vontade para fazer o que quer que seja, até ao dia que surge na biblioteca um amigo do seu falecido pai. Esse amigo promete-lhe mudar a vida e promete que em apenas um dia, visitando quatro professores muito especiais que, também eles, são líderes sem títulos, Blake poderá ser o melhor do mundo na sua profissão.

Desta forma começa a aventura de Blake. Cada professor tem uma lição para ensinar a Blake e cada uma delas aplica-se a um dos diferentes campos necessários para liderar.

Lição nº 1: Não precisas de um título para ser um líder.

Esta lição é ensinada por uma empregada de limpeza de um Hotel que tenta ser “a melhor empregada de limpeza do Mundo” porque alega, e com razão, que a imagem e o sucesso do Hotel não dependem dos donos do mesmo, mas sim da sua capacidade de manter o Hotel num estado paradisíaco para os clientes. Através do brio que aplica a qualquer coisa onde toca, esta empregada foi várias vezes convidada a assumir cargos de topo por parte dos vários clientes. Através da

Inovação, uma vez que é necessário criar crescimento todos os dias através da inovação;

Mestria, ou seja, em tudo aquilo que nos encontramos envolvidos devemos colocar o máximo de brio que conseguirmos;

Autenticidade, para ser de confiança para os outros;

Garra, ter força e persistir em ultrapassar os medos e

Ética, para fazer o que é correcto e seguir os princípios.

IMAGE! é possível comportar-se como um verdadeiro líder sem que o seja no papel. Desta forma não só fará um trabalho fantástico como moverá os outros a seguirem as suas pesadas e a fazer o mesmo.

 

Lição nº2: Em tempos de turbulência criam-se grandes líderes.

Esta lição é ensinada a Blake por um ex-campeão de ski e que actualmente tem uma loja de desporto. Também ele, que já foi o melhor dos melhores no ski, continua a tentar ser o melhor dos melhores na venda de roupa desportiva. Para isso, o personagem encara com bons olhos o desafio e onde os outros pecam perante a turbulência, ele renasce das cinzas e ultrapassa qualquer obstáculo. Desta forma consegue sobressair em relação aos seus fracos colegas.

“O medo que ultrapassas ao atingires os teus limites faz com que os teus limites se alarguem.”

“Quanto mais fizeres as coisas que receias, mais estarás a demonstrar verdadeira liderança.”

“Sempre que te aproximas do crescimento e acolhes a mudança, os teus receios vão emergir. Isso faz parte do processo de desenvolvimento de novas capacidades, e do acordar do teu potencial inato de liderança.”

Blake fica assim a perceber que quanto mais entrar na sua zona de desconforto, maior se torna a sua zona de conforto. A lição é ensinada a Blake através do acrónimo SPARK, ou seja, através de 

Sinceridade, comunicar de forma sincera para os outros é meio caminho para sermos respeitados;

Prioridades, focando-se apenas no que interessa e relegando para segundo plano o que menos interessa;

Adversidades, ou seja, enfrentar adversidades cria oportunidades porque mais ninguém as quer enfrentar;

Responder, e não reagir, é a forma como devemos enfrentar cada adversidade; “As vítimas recitam problemas. Os líderes apresentam soluções” e

Kudos, reconhecer o sucesso dos outros para que as coisas corram bem

é possível triunfar em tempos de turbulência e aproveitar as oportunidades que daí nascem.

 

Lição nº3: Quanto mais profundas as tuas relações, maior a tua liderança.

A terceira lição é ensinada por um bilionário e ex-CEO de uma grande empresa tecnológica japonesa que agora limita-se a tratar de um jardim no topo de um arranha-céus de Nova Iorque. O ex-empresário explica a Blake que aquilo é realmente o que ele gosta de fazer e que, como tal, faz com todo o gosto. Escusado será dizer que tenta pôr em cada flor o melhor que sabe e tenta ser o melhor jardineiro do Mundo.

Nesta lição Blake aprende que ao colocar o melhor de si em cada pessoa, ao tornar o dia do outro melhor e mais positivo então será possível obter a harmonia com os outros para ser um líder sem título de sucesso. Essencialmente, o autor passa a mensagem que quanto mais fortes as relações com quem trabalha, mais forte a sua posição de liderança. Blake aprende a lição através do acrónimo HUMAN.

Hábito de ajudar, ou seja, qual a contribuição e o valor adicionado?

Ultra-audição, porque ouvir não é ocupar ouvido, é ouvir no verdadeiro sentido da palavra;

Misturar, ligar-se e trabalhar com pessoas em qualquer situação, ninguém atinge o sucesso sozinho;

Alegrar, fazer com que haja prazer de quem trabalha consigo;

Nutrir, nutrir os outros, ser simpático e manter um equilíbrio entre a compaixão e a coragem, entre a hospitalidade e a firmeza;

 

Lição nº4: Para ser um grande líder, primeiro torna-te uma grande pessoa.

A última lição é ensinada por um massagista magistral que se tornou o melhor massagista de Nova Iorque, tendo como clientes os principais CEOs das grandes empresas da cidade. Esta lição ensina a Blake que para ser grande líder, primeiro tem que se tornar melhor todos os dias, e viver em perfeito balanceamento e harmonia consigo mesmo. O acrónimo associado à relação consigo mesmo é SHINE e através de

Ser claro, uma vez que liderar está directamente relacionado com a compreensão clara das condições e circunstância em que o líder de encontra;

Honrar a saúde, é necessário que tenhamos saúde para crescer financeiramente;

Inspiração, como líder é necessário garantir que as tarefas diárias são coisas que dão motivação a fazer;

não Negligência, ou seja, não devemos negligênciar a nossa família e amigos;

Elevar o estilo de vida, já que como grande líder também deve aproveitar a vida

tem a quarta componente necessária para ser um líder sem título.

 

Depois deste resumo sobre os temas abordados por Robin Sharma, espero que tenha ficado cativado pelo livro e que o compre, vale a pena.

One comment

  1. Pingback: 4 Aspectos Chave para Tornar o Sucesso um Hábito « Empreendedorismo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: